As fundações de um edifício construído em LSF são normalmente bem menos dispendiosas com relação às construções convencionais. Isto se deve ao fato de que o peso próprio que a habitação assume é bastante inferior, somado ao fato de que não existe concentração de cargas, pois os elementos que transferem o peso ao solo não são apenas colunas isoladas e sim paredes inteiras.

A fundação da edificação normalmente é constituída de uma laje de concreto armado tipo “radier”, apoiado sobre terreno nivelado e compactado. Outros tipos de fundação podem ser utilizados dependendo do tipo de solo e necessidades do projeto estrutural. Salientamos a vantagem do sistema com relação a menor solicitação de cargas do conjunto estrutural.